A tendenciosa "grande imprensa" não fala nada das lésbicas que mataram cruelmente o menino Rhuan (de 9 anos) para transformá-lo numa "menina". A "grande imprensa" e os psicólogos se recusam a ligar o terrível crime ao comportamento homossexual

A tendenciosa "grande imprensa" não fala nada das lésbicas que mataram cruelmente o menino Rhuan (de 9 anos) para transformá-lo numa "menina". A "grande imprensa" e os psicólogos se recusam a ligar o terrível crime ao comportamento homossexual

A tendenciosa “grande imprensa” e os psicólogos se recusam a ligar o crime ao comportamento homossexual. As lésbicas Rosana da Silva Candido, 27 anos, e Kacyla Damasceno Pessoa, 28 anos, que mataram cruelmente com golpes de faca o menino Rhuan Maycon, 9 anos, filho da lésbica criminosa Rosana, em 31 de maio de 2019. Nossa tendenciosa “grande imprensa” ficou caladinha. Os psicólogos também…

A delegacia que cuida o caso informou que as duas lésbicas haviam cortado o pênis do menino há cerca de um ano. “Foi uma espécie de cirurgia de mudança de sexo. Após retirarem o pênis da criança, elas costuraram a região mutilada e improvisaram uma versão de um órgão genital feminino, fazendo um corte na virilha”, disse a Conselheira Tutelar Claudia Regina Carvalho.

A “mãe” lésbica queria transformar o menino numa menina… Sem nenhum acompanhamento ou tratamento médico, o menino passou por sofrimentos físicos que terminaram um ano depois com as duas vadias lésbicas matando Rhuan, com golpes de faca, enquanto ele dormia. A nossa tendenciosa “grande imprensa” não deu destaque ao assunto sobre as lésbicas bandidas.

Cada vez mais o Site se orgulha do posicionamento do Bolsonaro sobre o assunto!!! Bolsonaro é família!!! Bolsonaro não é putaria!!! Putaria é o PT, PSOL, PCdoB e outros partidinhos conhecidos!!!

O brutal crime das lésbicas foi em Brasília!!!

Deixe um comentário

Envie um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *