CASA GRANDE E SENZALA

CASA GRANDE E SENZALA

Na “comemoração” dos 85 anos do CREA-RS, os funcionários foram brindados com uma flagrante e indecorosa discriminação (que é o Modus Operandi do atuais interinos momentâneos). Enquanto uma pequena parte recebeu (e está recebendo) “honrarias” no Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa, pelo certificado de serviços prestados e outros (a grande maioria) receberam (e vão receber) sabe-se o que na sala escura, já que não podem celebrar com velas, até porque o prédio sede continua sem o PPCI (Planto de Prevenção Contra Incêndio), e se outro incêndio acontecer como já ocorreu dias atrás poderá ocorrer uma tragédia com vítimas fatais… Com a palavra o Corpo de Bombeiros (aquele que “cuidou” com “zelo” da Boate Kiss) e o Ministério Público do Trabalho. Depois não digam que o editor do Site não avisou!!! Depois de uma tragédia (os órgãos competentes para fiscalizar) sempre encontram um culpado: O Fogo!!! É sempre ele!!!

A discriminação e descaso retrata claramente o total desrespeito da gestão imoral dos famosos PAPAS DIÁRIAS, entre as quais está a interina está a Engenheira de Segurança Alice, que nos eventos dos 85 anos no Auditório Dante Barone, fazia (e faz) descaradamente política partidária a revelia dos necessários reais e interesses da categoria. O único deputado que participou e discursou (e ainda vai discursar) no “evento comemorativo” dos 85 anos não pertence a categoria do Sistema CONFEA/CREA, mas desde a “gestão” do petista Mélvis (derrotado pelos próprios colegas) visita com frequência a sede do CREA-RS. Também está com seu rostinho bonitinho nas revistas, nas rádios que são bancadas por altas somas financeiras pelo CREA-RS, ou seja, dinheiro pago pela mensalidade da categoria.

Circula no meio dos funcionários que estão descontentes (90%), até porque o ACORDO COLETIVO, até agora não foi assinado. No Auditório Dante Barone uma gazela (com um caríssimo salto alto) em especial transitava leve, feliz e faceira com a presença da autoridade política, de quem é amicíssima… Amicíssima demais… As paredes da sede do CREA-RS sabem o motivo da alegria da gazela…

Não há até o presente momento, conhecimento do editor do Site se o Sabujão Lange tenha quitado sua dívida de mais de R$ 200 mil por condenação do TCU e CONFEA, referente a contratação ilegal e criminosa do Sistema Apollo. A Lei dos interinos só vale para os outros!!!

A imoral FARRA DAS DIÁRIAS continua para os amiguinhos dos interinos, enquanto o dissídio dos funcionários não acontece (a hipocrisia das homenagens é vergonhosa). Dinheiro existe para bancar as robustas diárias para alguns apadrinhados, com valores para deslocamento e hospedagem. O Sabujão Lange, que possui apartamento em Porto Alegre recebe diárias. A Engenheira de Segurança Alice, na casa da mana recebe diárias e aquele outro que vem sistematicamente (não se sabe para fazer o que) já é conhecido pelos funcionários como o diretor que “vale Oro”, devido aos valores que está recebendo mensalmente. Virou um salário!!!

O que os profissionais que recolhem ART por obras e serviços querem saber a que horas esses colegas da diretoria trabalham. Só que todos sabem que a função é honorífica!!!

Com a palavra o TCU, MPF, MPT e PF!!! O que ocorre atualmente é a indústria das diárias!!!

Deixe um comentário

Envie um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *