Pablo Stürmer foi na Câmara explicar o inexplicável aos vereadores da "base": Contratação da roleira SPDM por 48 milhões a mais que a 2ª colocada...

Pablo Stürmer foi na Câmara explicar o inexplicável aos vereadores da "base": Contratação da roleira SPDM por 48 milhões a mais que a 2ª colocada...

Está sendo contratada por mais de R$ 48 milhões a mais do que a 2º colocada… Só venceu por praticar o esquema bandido dos 70% técnica e 30% preço. É o modus operandi da SPDM ou SPSDB… Entrou no chamamento público de forma ilegal. Não apresentou os documentos em tempo hábil, mesmo assim, seus amigos da Secretaria liberaram… Pode???

O PROBO NELSON MARCHEZAN CONCORDA??? PREFEITURA QUE TEM DINHEIRO SOBRANDO É ASSIM!!! NÃO É NELSON???

Organização Social SPDM com sérios problemas com a PF, CGU, MPF no Mato Grosso

Operação apura desvio de R$2,5 milhões de verbas da saúde indígena – OPERAÇÃO KITSUNE – investigada: SPDM

CGU, PF e MPF investigam fraudes em Distrito Sanitário Kaiapó (MT)

Organização Social que recebe por UPAs fantasmas em São Paulo

Gestão Doria destina R$ 6,2 milhões para ‘UPA fantasma’ na Vila Mariana

Unidade em obras não presta atendimento, mas OS responsável por ela – e por diversos outros convênios com a prefeitura – recebe repasses para custear despesas. Publicado por Cida De Oliveira, Da RBA 30/11/2017 14:28

São Paulo – Aguardada por mais de 300 mil moradores da região centro-sul da capital paulista e municípios vizinhos, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vila Mariana, na zona sul, está com as obras paradas desde maio do ano passado, quando a construtora Massafera desistiu da construção por enfrentar problemas administrativos internos.

Projetada para oferecer de 13 a 20 leitos de observação, com capacidade para atender até 450 pacientes por dia, não passou do primeiro pavimento, como pode ser visto por quem passa pela Rua Diogo de Faria, 609, esquina com Rua Botucatu, na Vila Clementino.

No entanto, a UPA já consta das planilhas de custos da Secretaria da Saúde da gestão João Doria (PSDB). Em 30 setembro, um sábado, o Diário Oficial da Cidade de São Paulo publicou extrato do despacho do secretário municipal da Saúde, Wilson Pollara, sobre termo aditivo a um dos contratos firmados com a organização social de saúde Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), com autorização de repasse de R$ 78.756.884,34. No site da Secretaria Municipal de Saúde não há informações disponíveis sobre aditamentos ao contrato assinados na gestão Doria.

O plano da SPDM e seus amigos da SMS é comandar o Hospital de Porto Socorro de Porto Alegre e os mais de 70 Postos de Saúde da capital.

A SPDM também QUER o Hospital Universitário de Canoas… Querem o filé mignon… Vou fazer o que eles mais sabem fazer: serviço de péssima qualidade!!! Atenção Prefeito de Canoas: Cuidado!!!

Atenção Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual…. Façam uma investigação rigorosa no a$$unto…

Deixe um comentário

Envie um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *